IODP reabre inscrições para Expedição 371

Estão abertas, até 6 de novembro, as inscrições da Chamada Especial para a Expedição 371 – Tasman Frontier Subduction Initiation and Paleogene Climate do Programa IODP. A expedição ocorrerá de 27 de julho a 26 de setembro de 2017, focada nas seguintes áreas: sedimentologist; cenozoic calcareous nannofossil biostratigrapher; e cenozoic radiolarian biostratigrapher.

Candidaturas
Podem se inscrever pesquisadores em nível de doutorado, pós-doutorado ou estágio sênior, nas áreas prioritárias. Para se candidatar, os interessados deverão encaminhar para o e-mail [email protected] currículo em inglês, currículo em português, application form e plano de trabalho. As candidaturas serão avaliadas pelo Comitê Científico do Programa no Brasil e homologadas pelo próprio IODP.

Uma vez selecionado, o candidato contará, durante sua permanência no navio Joides Resolution, com bolsa de doutorado, pós-doutorado ou estágio sênior no exterior da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), de acordo com o nível de estudos/pesquisa do candidato.

Sobre o programa
O International Ocean Discovery Program (IODP) é um programa internacional de pesquisas marinhas, que visa investigar a história e a estrutura da Terra, a partir do registro em sedimentos e rochas do fundo do mar, e monitorar ambientes de sub-superfície. O programa reúne parte significativa da comunidade científica atuante nas ciências do mar em águas profundas de diversos países.

Para alcançar seus objetivos, usa avançada tecnologia em perfuração oceânica como instrumento essencial para novas descobertas, permitindo a disseminação de dados e amostras a partir de arquivos globais, particularmente para os países membros do programa.

O sistema de perfuração é apoiado por um parque analítico a bordo do Navio de Pesquisa Joides Resolution, composto por equipamentos de última geração voltados a pesquisa geofísica, geoquímica, microbiológica e paleoclimática. Além da infraestrutura a bordo, o IODP conta com apoio de numerosas instituições de pesquisa e formação de recursos humanos nos diferentes países que atualmente compõem o Programa.

Desde 2013, o Brasil, por meio de financiamento viabilizado pela Capes, é membro do consórcio Joides Resolution e colabora com o Programa IODP.

Atualmente, a participação do Brasil prevê uma vaga em cada expedição no Navio de Pesquisa do Joides Resolution (até 2 vagas podem ser disponibilizadas dependendo da demanda); utilização por parte de brasileiros de amostras previamente coletadas de programas anteriores como o Deep Sea Drilling Project (DSDP) e do Ocean Drilling Program (ODP) e atualmente coletadas pelo Programa IODP, por meio da preparação da “Sample Request” com suporte do Comitê Cientifico do Programa no Brasil; um membro no “Facility Board” do Navio de Pesquisa Joides Resolution; um representante brasileiro no “Scientific Evaluation Panel” (SEP) do IODP; e um representante brasileiro no Subgrupo “Site Survey” do SEP/IODP.

Para executar as atividades previstas no Programa, a Capes conta com o apoio de um Comitê Científico e um Comitê Executivo.

Para saber mais sobre o programa em www.iodp.org.


Fonte: Agência CAPES

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *